Em julgamento no TRE/RN, Robinson e Fabio Faria correm o risco de ficar inelegíveis

 

Hudson e FabioO Tribunal Regional Eleitoral começou a votar nesta quinta-feira (25) o processo  contra o deputado federal Fábio Faria, o governador do estado, Robinson Faria, e o ex-prefeito de São José do Seridó, Hudson Pereira. Eles são acusados de cometer conduta vedada. O julgamento foi suspenso por um pedido de visto do processo.

O caso foi aberto após denúncia de que Hudson Pereira, mesmo sendo lotado como cargo comissionado da Câmara dos Deputados, no gabinete de Fábio Faria, estaria trabalhando na campanha para o Governo do Estado ao invés de dar expediente em Brasília.

Até o momento, foram proferidos 3 votos, sendo dois a favor da condenação, dos juízes Eduardo Guimarães e Alceu Cicco, e um contra a condenação, do juiz eleitoral Sergio Maia. O julgamento só foi não encerrado porque o juiz eleitoral Verlano Medeiros pediu vista do processo. O blog tentou contato com Verlano, mas não obteve sucesso.

Caso os políticos sejam condenados, eles se tornam automaticamente inelegíveis por 08 anos.

Fonte: Justiçaempauta.com.br