CDL reage e propõe discussão sobre aumento de impostos proposto por Robinson Faria

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL), Augusto Vaz, reagiu hoje (24) ao pacote fiscal encaminhado ontem pelo Executivo à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, com pretensão de aumentar impostos estaduais. “Não é o momento, não discutiram previamente com o setor, e pretendemos iniciar discussões hoje à noite para encaminhar ao Governo e à Assembleia sugestões que atendam às necessidades do Governo e que não prejudiquem o setor”, disse Augusto Vaz.

Empresários e dirigentes da CDL Natal se reúnem na noite desta quinta-feira para tratar do assunto. Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas a solução encontrada pelo Executivo resolve, em parte, a situação econômica do governo, mas gera sérias implicações ao setor do comércio varejista. “A solução tem que ser boa para os dois lados. O governo não consegue reduzir os próprios gastos, e nós temos feito nossa parte cortando despesas”.

O eventual aumento da carga tributária estadual, e sem saber quais das medidas serão aprovadas no plano tributário nacional em tramitação no Congresso Nacional, vai incidir diretamente ao consumidor, na avaliação do presidente da entidade. A sobrecarga fiscal incide sobre insumos, que acaba sendo repassada ao preço final das mercadorias e serviços, e quem paga é o consumidor, avalia Augusto Vaz. Essas medidas afetam o consumo e os custos operacionais tornam-se mais elevados. Fonte: Blog do Xexeu