Paulo Coutinho mostra que é o candidato mais preparado para presidir a OAB – RN

 

paulo e sergio

Candidato a presidente da OAB-RN pela chapa 10 “Experiência & Trabalho”, o advogado Paulo Coutinho demonstrou hoje mais uma vez que é o candidato mais bem preparado para presidir a Ordem. Ao participar do programa Meio Dia Cidade, da 94 FM, Coutinho apresentou suas propostas para as defesas das prerrogativas e do bom exercício da profissão. Durante toda entrevista, o candidato da chapa 10 mostrou conhecimento e trouxe um relato da longa experiência atuando na Ordem.

Ao ser questionado sobre os motivos que o levaram a disputar a presidência da OAB, Paulo Coutinho ressaltou: “Quando se ama a OAB e quando você está lá, você não se afasta. Pelo contrário. Quer sempre mais. Quer continuar avançando e contribuindo para o fortalecimento da instituição” . O candidato da chapa 10 chamou atenção para os avanços realizados na OAB nos últimos 12 anos, quando gestões desenvolveram importantes projetos na Ordem, sempre prezando pela renovação de ideias. ” Nesses doze anos a renovação nas gestões da Ordem é muito superior a 50%. Sempre estamos administrando com novas pessoas e apresentando novas ideias”,declarou. Sobre a tentativa de desqualificar a união dos dois grupos, o candidato foi taxativo: Há mais de um ano trabalhamos nossas propostas e o grupo de Marisa estava muito próximo daquilo que pensávamos. Nossa união foi natural”.

Paulo Coutinho elogiou a militância e o trabalho da companheira de chapa, Marisa Almeida, futura vice-presidente da OAB, e disse que a união foi um “encontro de ideias e projetos”. Durante a entrevista o candidato da chapa Experiência e Trabalho aproveitou para falar das ações à frente da Caixa de Assistência, o braço assistencial da OAB. “Quando chegamos na CAARN, 75% dos advogados não sabiam para que servia a Caixa. Isso se inverteu. Hoje o advogado sabe das ações que oferecemos como a Clínica do Advogado, o escritório modelo, os cursos oferecidos aos advogados e principalmente, o suporte que disponibilizamos, principalmente no interior para utilização do PJE”. disse. A entrevista foi encerrada com Paulo Coutinho apresentando novas propostas para o transporte dos advogados entre os fóruns e a reestruturação da ESA com a implantação de um mestrado profissionalizante para o advogado potiguar.