Decisão deixa o PT de Mossoró “ilhado”

LM_Manifestacao-em-defesa-da-democracia-esplanada-ministrios-Brasilia_31032016014-661x351

Se o PT de Mossoró respeitar a decisão da executiva nacional de não apoiar candidatos de partidos que defendem o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, vai ter que lançar nome próprio à sucessão municipal. As pré-candidaturas que estão postas são todas amparadas pelos partidos que apoiam o impeachment.

Veja: Rosalba Ciarlini é do PP; prefeito Silveira Júnior do PSD; Larissa Rosado do PSB; e Tião da Prest do PSDB. As quatro siglas defendem o impeachment e fazem parte do governo Temer, considerado “golpista” pelo PT.

A companheirada de Mossoró está “ilhada”. F.: César Santos